Preguiça 0 – 1 Cabelo saudável

myas1
Há uns tempos atrás…
– Oh querida tens um cabelo muito bonito, onde compraste?
– Não o comprei, é meu mesmo!
– Não devias ter vergonha de dizer que compras cabelo, é mais do que normal na nossa raça! Devemos ajudar-nos umas às outras.
(minuto de silêncio para controlo da raiva)
– Pois…mas quanto a isso não posso fazer nada! Posso dar-lhe o número do meu pai, para ver se ele usou algum truque durante a minha conceção…
– As mulatas têm muito a mania…sinceramente!
– Olhe um excelente dia para si!
Podia ser um anúncio de mau gosto mas não, aconteceu mesmo comigo. Podia ser uma piada mas não, realidade da mais pura. Podia ser exagero da minha parte mas não, foi mesmo assim que aconteceu.
Ora bem, acho que é claro para toda a gente que o meu cabelinho é (foi) quimicamente modificado, ou seja, é (foi) desfrisado. Apesar da genética ter-me dado uma “pequena” ajuda para a disciplina da minha juba, a verdade é que fazia desfrisagens a cada 4 meses.
E não, não desfrisava por vergonha das minhas raízes, cultura, etc, mas puramente por uma questão de preguiça. É verdade cuidar do cabelo dá trabalho. Há imensas coisas a fazer para ter um cabelo bem cuidado e tratado e eu nunca tive paciência para tal, tal como nunca tive paciência para me maquilhar.
A desfrisagem surgia como uma solução rápida para a minha preguiça.
Mas a verdade é que os anos iam passando e mais consciente fui ficando dos danos que andava a fazer na minha cabecinha. A idade tem destas coisas, dá-nos mais juízo…a alguns!
Já há algum tempo que tinha decidido que iria deixar de desfrisar o cabelo. Decisão difícil, é verdade. Implicava uma dedicação da minha parte, que não estava mesmo nada disposta a ter… No entanto, quando descobri que estava grávida, decidi que era o momento ideal. Afinal não deixavam de ser produtos químicos que entravam pelo meu couro cabeludo e iam parar sabe-se lá onde, acabando por poder causar danos à minha pequena tarte de limão.
Como o karma anda sempre do meu lado (ser uma boa menina tem destas coisas ;)) conheci a Miriam no início da minha gravidez. Modelo e dona de um centro de estética em Lisboa, a Miriam chamou a minha atenção quando a ouvi dizer: “…não precisas de ter um cabelo desfrisado para andar com ele esticado…precisas de ter os produtos certos!”
Vocês podem imaginar como eu fiquei depois de ouvir isso, música para os meus ouvidos, a luz ao fundo do túnel, a minha esperança em forma de pessoa tinha chegado.
E foi assim que uns dias depois fui conhecer o Mya’s em Benfica.
A história do Mya’s e da Miriam é deveras inspiradora. Ela, uma modelo de sucesso que sessão após sessão fotográfica e\ou anúncio televisivo começou a aperceber-se que os produtos usados andavam a danificar-lhe a cara e o cabelo. Não contente com a oferta do mercado, esta mulher empreendedora (mais nova do que eu :O) não só pesquisou sobre o assunto, como foi tirar um curso, para depois abrir o próprio centro de estética e assim oferecer às pessoas aquilo que ela própria não encontrou cá fora.
Foi assim que nasceu o Mya’s, num cantinho bem resguardado, numa zona residencial de Benfica. Lá encontra-se um pouco de tudo, tratamentos para a pele, corpo e claro uma panóplia de serviços de cabeleireiro. Eu, para além disso também encontrei esperança, boa disposição, mimos (muitos mimos), conselhos, dicas e posso também dizer amizade. Quer com a Miriam, quer com a Ana e a Serena. São todas umas queridas.
A verdade é que no Mya’s não estão interessados em vender produtos e\ou serviços, mas sim em passar conhecimentos e a verdade é que me têm dado dicas fundamentais para cuidar do meu cabelo em casa e usando o que tenho. E assim sim, já consigo domar esta juba sem grandes problemas e em pouco tempo. E sabem que mais? Há 10 meses que não o desfriso e não o podia sentir mais saudável!
Obrigada Mya’s 😉
myasc
Love
C
P.S- As fotos não são as melhores, eu sei! Mas foram tiradas sem qualquer intuito de uso profissional 😉

2 Comment

  1. Atalmira Júnior says: Reply

    Gostei. Tenho que ir aí para esticar a minha Juba, tentei fazer em casa e sozinha e o resultado não foi muito bom ( danifiquei um pouco os meus fios)..
    Eu penso cabelo saudável sempre é melhor que cabelo grande

    Tens que deixar de ser assim Cláudia diz lá onde compras as tuas extensões ajuda amiga

    Sempre tiveste um cabelo Lindo e super grande
    Beijinhos

    1. Claudia Oliveira says: Reply

      Vai sim, recomendo! E lá podes tirar todas as dúvidas que possas ter, e pedir conselhos para cuidar dele em casa 😉

      Quanto ao meu cabelo…vou pensar no teu caso ahahah
      Obrigada pelo apoio e comentário!
      Beijinho grande <3

Leave a Reply