Nós, as mulheres!

dia-das-mulheres

Sou mulher de traçar objectivos, de estabelecer metas (a curto e\ou a longo prazo), de ir atrás do que quer, de não ficar “à sombra da bananeira”.
Mulher que não tem medo de dar a sua opinião e, muito menos, de argumentar o seu ponto de vista quando acredita que tem razão. Não sou mulher de achar que tem a verdade absoluta, mas sou de teimar até à exaustão quando pensa que tem a razão (quase) absoluta.
Sou mulher que escuta, que observa, que comenta. Mulher que vai às compras, que adora sapatos, que adora uma boa conversa com amigos, um almoço de família, que adora viajar, que adora jantar fora.
Mulher que chora, que ri, que sorri quando quer chorar, que chora de tanto rir. Sou mulher que detesta a falsidade e defende sempre a verdade. Mulher que gosta de se manter activa, mas que muitas vezes é vencida pela preguiça.
Sou mulher que promove a igualdade. E também sou mulher de não gostar destes dias temáticos por esta mesma razão, promover a igualdade.
Mas sou mulher que reconhece que, se não fossem tantas outras mulheres no passado, não seria a mulher que sou hoje. Sou mulher que agradece às outras mulheres que lutaram para que eu conquistasse esta minha liberdade.
Mulher que agradece à Heddy Lamar, por ter inventado as bases para os telemóveis que temos hoje, e à Marion Donovan, por me permitir não andar a lavar fraldas de pano; que agradece à Maria Telkes, por haver hoje casas com energia solar, e à Letitia Geer, por ter inventado a seringa; à Angela Davis, pela sua resiliência na luta pelos direitos das mulheres e contra o racismo, e à Rosa Parks, por me poder sentar em qualquer lugar num autocarro.
E ainda faltam tantas outras nesta lista de mulheres que me tornaram na mulher que sou hoje.

Uma mulher que tem as bases, as ferramentas e a liberdade para mudar as mentalidades deste mundo.

A todas elas o meu enorme, gigante, “transatlântico” obrigada.
Feliz dia das mulheres!

dia-das-mulheres

Tilly com uma das melhores prendas que já recebeu 😉

P.S- Sim, a leitura é feita em italiano porque nunca me lembro de falar-lhe em italiano!

Love
C

4 Comment

  1. Simplesmente adorei. Do princípio ao fim. Identifiquei me com imenso pontos que referiste. Feliz dia das mulheres para ti querida! Beijinhos

    1. Claudia Oliveira says: Responder

      Obrigada querida Carolina. Um feliz dia para ti, hoje e sempre!
      Um beijinho <3

  2. catia sofia says: Responder

    Simplesmente lindo!
    Gosto muito da forma simples e humilde como escreves. Beijinhos ♡♡♡

    1. Claudia Oliveira says: Responder

      Obrigada Cátia! Comentários destes fazem sorrir o meu dia ehehe
      Um beijinho grande e obrigada pelo comentário <3

Deixe uma resposta