Tenho saudades!

flores

Tenho saudades de sentir o teu toque, sentir o teu amor, sentir o teu companheirismo.
Tenho saudades das nossas longas conversas na casa de banho.
Tenho saudades de te ver a arrumar a cozinha a correr, para poderes ver a novela da noite, sentada no sofá.
Tenho saudades de ver-te adormecer a ver TV.
Tenho saudades de me obrigares a ir à missa do Domingo contigo.
Tenho saudades de ver-te dar um beijo nos pés do Jesus crucificado.
Tenho saudades de ouvir a tua voz, a calma e a irritada.
Tenho saudades dos nossos debates de ideias e da partilha dos nossos sonhos.
Tenho saudades de me irritar contigo, quando me abrias os estores do quarto pela manhã para me acordares.
Tenho saudades de ver-te a tomar o teu chá praticamente a toda a hora.
Tenho saudades de ver-te a dançar, enquanto passavas a ferro.
Tenho saudades de ter-te ao meu lado, quando aqueço as pernas junto do aquecedor.
Tenho saudades de ligar para ti, de ouvir o teu “olá, já estou a chegar!” do outro lado e demorares uma hora a aparecer.
Tenho saudades de ouvir o teu bom dia, dirigido a todo o ser humano que se cruzasse no nosso caminho durante as nossas caminhadas.
Tenho saudades de fazer caminhadas contigo.
Tenho saudades de ouvir-te dizer que as caminhadas faziam bem ao rabo.
Tenho saudades de ir à feira contigo.
Tenho saudades de ouvir as tuas queixas relativamente à celulite nas ancas.
Tenho saudades do teu sorriso, da tua teimosia, da tua alegria e da tua audácia.
Tenho saudades de ouvir-te chamar-me batatinha.

Tenho saudades de ouvir-te falar com as tuas flores.
Tenho saudades de ver-te a tomar o partido da M na maior parte das vezes.
Tenho saudades de roubar as tuas camisas.
Tenho saudades de ver-te pôr o essencial batom vermelho.
Tenho saudades de ver-te arranjar as unhas, sempre compridas e cor de rosa (choque).
Tenho saudades de ver-te arranjar a tua tão amada franja.
Tenho saudades de ir ao cabeleireiro contigo.
Tenho saudades de apanhar o comboio contigo.
Tenho saudades de gozar com as tuas roupas dos anos 80.
Tenho saudades de sentir o cheiro do Opium da Yves Saint Laurent nas tuas roupas.
Tenho saudades de comer o teu tiramisù.
Tenho saudades de comer a tua lasagna.
Tenho saudades de ter saudades de Itália contigo.
Tenho saudades de não saber o que é a morte.
Tenho saudades de viver na inocência de que a morte só escolhe os velhinhos.
Tenho saudades de pensar que és eterna.
Tenho saudades tuas mãe! São 7 anos de muitas saudades!

FB_IMG_1506118765120

As tuas flores!

Love

C

6 Comment

  1. catia sofia says: Reply

    Lindo e emocionante! ♡

    1. Claudia Oliveira says: Reply

      Obrigada querida <3

  2. Que lindo!!! Até me arrepiei a ler este post…
    Beijinhos minha querida

    1. Claudia Oliveira says: Reply

      Obrigada querida!

      Beijinho grande <3

  3. Fiquei de lagriminha a ler isto. Não estou a exagerar.
    Não consigo imaginar por inteiro o que será sentir essas saudades, mas no ano passado apanhei um valente susto que me podia ter levado a minha mãe. A ciência deu-me a sorte de continuar a tê-la por cá e todos os dias dou ainda mais valor a todos estes momentos do dia-a-dia que passo com ela.
    Que as boas memórias aconcheguem sempre um bocadinho o coração quando surgem as saudades! <3

    1. Claudia Oliveira says: Reply

      Obrigada Sofia! Pelo teu carinho e pelas tuas palavras. Vive ao máximo cada segundo com ela e um beijinho muito grande á tua mãe!

      Obrigada <3

Leave a Reply