24 meses de Sra. Oliveira

No longínquo ano de 2011, numa bela tarde de Outono, estava eu em formação em Milão quando, de repente, enquanto estava a falar pelo messenger (onde é que isso já vai) com o meu então namorado, recebo um pedido de casamento. Muito original e parvo, diga-se de passagem, mas vindo de quem vinha, não podia esperar outra coisa. E assim, a partir desse momento tornei-me oficialmente uma noiva.

 

Só comecei a organizar o meu casamento em 2012, com calma e tranquilidade, características que tão bem me identificam. A minha maior preocupação era o copo de àgua. Já tinha o lugar idealizado, no Carvoeiro…uma loucura. Como é que um casal de Lisboa, com amigos e família em Lisboa, com a vida toda em Lisboa iria organizar todo um casamento no Algarve?… Tínhamos que o fazer funcionar, afinal era o nosso cantinho do paraíso e sempre soubemos que se um dia casássemos, teria que ser ali.

Mail enviado, 24 horas de nervosismo depois, lá chegou, a resposta. Aquela que eu queria! Um sim bem redondo e o começo de uma cumplicidade que até hoje se mantém.

 

A partir daí deixei as coisas rolarem, não stressei, não me irritei, não gritei, não perdi peso, não ganhei peso. Foi um percurso vivido com pouca intensidade, é verdade. Não via o casamento como o grande evento em si, mas como uma pequena celebração do amor, com a família e amigos mais chegados… Digamos que para celebrar o amor não é preciso muito 🙂

Ser noiva é uma experiência maravilhosa e única, e só me apercebi do quão especial é, no próprio dia. Dia em que me senti uma verdadeira princesa e, acima de tudo, amada…É sem dúvida uma experiência a que todasssss as mulheres deveriam ter direito!!!
Confesso que sinto saudades do frenesim da organização do casamento, principalmente nos últimos dias onde comecei a ver tudo a tornar-se real!!! 
Restam agora as saudades e a felicidade de, neste meu pequeno percurso como noiva, ter conhecido pessoas tão maravilhosas (Mirco, Marta, Chef Cláudio e toda a equipa do Àgua Hotels Vale da Lapa, D. Mena, Pepa Doces, Momento Especial, Vestidus Atelier e Natasha) que tornaram o meu dia de sonho possível 🙂 Têm todos um cantinho bem guardado no meu coração.

 

O nosso dia foi perfeito, foi mágico, foi inesquecível, grande parte também graças a ti, meu maridão F, à tua paciência, ao teu amor, à tua vontade de me ver feliz <3

Hoje comemoramos aquilo que chamam de bodas de algodão. São já 2 aninhos que assino com o teu apelido, às vezes ainda me engano (e não são poucas), mas nem imaginas a felicidade que sinto por fazê-lo.

 

10513517_699022293478711_7837948768446293344_n.jpg

 (pormenor da decoração da nossa mesa)

 

 P.S- Obrigada mãe! Minha estrelinha do céu, eu sei que foste tu que paraste a chuva e fizeste o sol brilhar a uma hora da cerimónia, para que a tua “batatinha” tivesse o casamento ao ar livre como idealizou. Só lamento não ter visto o teu sorriso quando disse o grande sim, mas não te preocupes consigo imaginá-lo.

 

Love

C.

 

 

 

Deixe uma resposta