Ciao Roma!

coliseu-roma
Em 2015, depois de um ano de trabalho muito desafiante, decidi que um dos meus objectivos para esse e para os anos seguintes seria conhecer o natal em cidades europeias. Adoro o Natal, para mim é a época mais bonita do ano e sempre tive curiosidade de saber como era vivido em outras cidades do mundo.
Nesse ano, fui a Paris, onde podem ler a minha experiência aqui, aqui e aqui. No ano passado, não fomos a lado nenhum porque estava de baixa e barriguda. Este ano queria ir a Londres, mas quando fiz a pesquisa o preço dos bilhetes de avião já rondava os 500 euros e acabei por excluir a cidade das minhas opções.
Ao colocar uma pesquisa livre no Skyscanner vi que os bilhetes mais baratos eram para Itália (Milão e Roma) e como já tinha vivido o natal em Milão, como podem ler aqui, optei por Roma.
Roma é a capital do meu país natal, os meus pais casaram lá e foi-me segredado uma vez que fui lá concebida. Mas nunca a tinha conhecido realmente. Fui lá quando era pequena, mas isso não conta. Não a vi com olhos de ver.
Desta vez, tinha um roteiro todo bem preparado para passar quatro dias nesta cidade que, deixem-me que vos diga, me conquistou assim que cheguei ao centro. Fomos os três e foi a primeira viagem de avião da pequerrucha, que se portou lindamente. Dei-lhe o biberão na aterragem e descolagem por causa da pressão nos ouvidos; de resto, esteve a maior parte do tempo acordada (e bem-disposta), a meter conversa praticamente com toda a gente que ia no avião.
Apanhámos uma vaga de frio histórica, em que as temperaturas ao meio-dia eram de 2 graus no máximo, e eu fui sem casaco…ah! ah! ah! (abstenham-se de comentários sff). Na verdade, só acabei por sentir frio nos tornozelos e no nariz, porque as camisolas térmicas debaixo das malhas faziam bem o trabalho que lhes competia.
Roma é uma cidade lindíssima e precisam de tempo para a ver, faz-se bem a pé (mesmo com o frio) e tem uma boa rede de metro que permite chegar ao Vaticano em poucos minutos.
Sem mais demoras e sem querer dispersar-me muito, deixo-vos umas dicas para alguns dias em Roma. Façam o favor de ir, please!
Onde ficar?
Para Roma e para qualquer cidade que estejam a visitar, a melhor opção é sempre ficar perto de uma paragem de metro. Eu, desta vez, fiquei perto da estação de Roma Termini (estação central de comboios) e ao lado da paragem de metro Republica. O bed & breakfast onde ficámos tinha um ar muito acolhedor, fomos tratados como família. O espaço em si é pequeno, mas curiosamente os quartos são espaçosos e têm todas as comodidades. Tenham em atenção a taxa turística, que não está incluída no preço total. No meu caso, paguei 3.50 euros por pessoa, por noite. Fiz a reserva pelo Booking, como sempre. Já agora, se fizerem reserva pelo Booking não se esqueçam de fazer a boa acção de usar o meu desconto de 15 euros😉 Obrigada!
O que visitar?
Roma é um museu ao ar livre. Cada esquina, cada rua, cada bairro é uma obra de arte. Há tanto para ver e tanto para viver. Os monumentos são gigantes e sentimo-nos mesmo pequeninos ao seu lado. Conhecem a expressão à grande e à francesa? Pois bem, acho que deveria ser adaptado para à grande e à romana.
Deixo-vos aqui também algumas dicas para os monumentos, pois a informação que se encontra na Internet é um pouco confusa e contraditória, pelo menos foi o que eu achei.

Colosseo e Palatino – O bilhete para os dois monumentos é o mesmo. Aconselham comprar o bilhete online para evitar as filas mas na época baixa, é possível comprar o bilhete ao balcão. Não há filas muito grandes e poupa-se na taxa do serviço online.
Fontana di Trevi – Fica quase escondida num dos recantos da cidade, e é lindíssima à noite.
Via dei Fori Imperiali – A rua que vai do Altare della Patria até ao Colosseo. Preparem a máquina fotográfica, história em cada canto.
Museo dei Fori Imperiali e Mercati di Traiano
Piazze (del Popolo, di Spagna, Navona, Venezia) – As praças mais importantes de Roma.
Altare della Patria – A história por trás deste monumento não é das melhores, mas não deixa de ser algo bonito e imponente.
Villa Borghese
Via de babuíno, Via del Corso e Via Condotti – A Av. da Liberdade e a Rua Augusta da zona.
Museo del Vaticano (e Capela Sistina) e Basilica di S. Pietro – Um bilhete dá para tudo. Na época baixa, não vale a pena comprar o bilhete online (custo extra de 4 euros, por pessoa). Pessoas de mobilidade reduzida, acompanhantes de crianças ao colo e grávidas TÊM prioridade (mesmo). Há uma fila à parte.
Castel Sant’Angelo
Campo dei Fiori – A
qui foi queimado vivo Giordano Bruno (filósofo) por ter afirmado que a Terra girava em torno do Sol, e não o contrário (como Galileo Galilei).
Isola Tiberina
Fica entre Transtevere e Roma centro e tem uma história interessante, pois foi uma ilha que se formou sozinha.
Transtevere
Digamos que é a zona mais boémia de Roma. Visita obrigatória à tardinha\noite.

Circo Massimo – Era a maior arena de entretenimento de Roma, media 621 metros de comprimento e 118 de largura tendo uma capacidade de 150.000 pessoas. Hoje em dia é um parque público.

O que comer?
Pronto, aqui já podem comer pizza. Apesar de esta ser diferente da que se come em Nápoles (que dizem ser a vera pizza). Esta é de massa mais fina e crocante, mas igualmente boa. Mais uma vez, os gelados são de degustação obrigatória. Os pratos típicos são: carciofi alla giudia, cacio e pepe e l’amatriciana.
Restaurantes:
Pinsa e Buoi
Grazie e Graziella
La Carbonara (Rione Monti)
Felice a Testaccio (dizem que tem a melhor cacio e pepe)
Osteria Angelino dal 1899
Transportes
Há dois aeroportos em Roma: Fiumicino (o principal) e Ciampino. Há uma série de transportes disponíveis dos aeroportos para o centro da cidade. O valor do táxi é preço fixo, 48 euros de Fiumicino e 30 euros de Ciampino. De Fiumicino também é possível apanhar o comboio para Termini: o Leonardo Express, que custa 14 euros por pessoa e chega ao centro em 30 minutos.
Há várias empresas de autocarros que fazem a ligação dos dois aeroportos até ao centro, Termini. Deixo-vos aqui algumas (TAM, Terravision, Schiaffini), os preços vão desde os 4 aos 7 euros por pessoa e a duração do trajecto é entre 40 a 50 minutos.
Rede metro
Rede autocarros (única maneira de ir de transportes públicos até o bairro Transtevere)
Segredos da cidade
Giardino degli aranci – Não é nada mais do que um jardim com laranjeiras. O jardim é pequeno e lembra um pouco o jardim da Estrela em Lisboa. Têm uma vista panorâmica sobre Roma.
Serratura del portone dei cavalieri di Malta – Nada mais do que o buraco da fechadura da Villa del Priorato di Malta, é curioso ver o que se consegue ver de lá. Fica na mesma rua do que o giardino degli aranci. É fácil de perceber onde é porque há sempre uma pequena fila para…espreitar pelo buraco da fechadura 😉
Rione Monti
Torre Argentina – Local onde o Júlio César foi apunhalado até à morte, também conhecido como o santuário dos gatos.
Roma Card
Confesso que só comprei porque íamos com a bebé e não sabiámos bem como ela iria reagir a caminhadas excessivas. Oferece uma ou duas entradas em museus, descontos em todos os outros monumentos e utilização ilimitada de transportes durante 48 ou 72 horas, dependendo do tipo de bilhete que comprarem. Podem encontrar todas as informações necessárias e inclusive comprar o cartão online aqui.
E pronto, penso que já vos disse tudo! Se tiverem dúvidas e\ou questões podem sempre partilhá-las comigo.
Roma é sem dúvida uma cidade que vale a pena visitar! Oh se vale!
trevi-roma
 La fontana di trevi à noite
Love
C

4 Replies to “Ciao Roma!”

  1. Deve ser mesmo incrível viajar na época natalícia, apesar dos preços. Roma é mesmo tão linda! Gostava imenso de lá ir. Talvez um dia. Ótimo post! Adorei! Beijinhos

    1. Claudia Oliveira says: Responder

      Ehehe se organizares com calma arranjas preços muito em conta. O bilhete de avião para os 3 ficou a 200 euros 😉

      Um beijinho e obrigada pelo comentário
      Claudia

  2. Adorei o post e adorava ir a Roma! Beijinhos

    diananasnuvens.blogspot.com

    1. Claudia Oliveira says: Responder

      Olá Diana! Obrigada pelo teu comentário 🙂 Roma é realmente uma cidade muito bonita e com muito para explorar. Um beijinho <3

Deixe uma resposta