Colocar a vida digital em standby…

Mudar-de-casa

…Por enquanto!

Queria já estar a escrever-vos do novo espaço que arranjei para este canto, mas não estou.
Queria já ter a casa nova toda arrumada, decorada e arranjada, mas não tenho.
Queria já ter feito um almoço\brunch\lanche ou jantar de inauguração, mas ainda não fiz.

Escrevo-vos sentada no sofá (muito confortável, por sinal), com as pernas cruzadas à indiana e o portátil no colo. Escrevo-vos ao mesmo tempo que olho de relance para a minha direita, onde tenho caixas e sacos que tenho de levar para o sótão e com a cabeça encostada às minhas roupas que, depois da separação por estações, estão aqui à espera que as arrume no roupeiro.

Já dormimos neste apartamento há um mês, as mudanças totais foram feitas há cerca de duas semanas, mas continuamos a mover-nos entre as caixas e sacos com coisas para arrumar.
O escritório, por enquanto, é o sítio onde despejamos todas as caixas, sejam elas para levar para o sótão, ou contenham coisas para arrumar na cozinha, no nosso quarto, ou até mesmo para ficar no escritório. É incrível a quantidade de tralha que se acumula durante sete anos de vida a dois e um ano de vida a três. Incrível!

Todos os dias chego a casa e penso que é o dia de me dedicar pelo menos a uma caixa, mas depois é o “dia não” no trabalho, a vontade de descansar um pouco, o querer aproveitar o sofá (já vos disse que ele é mesmo muito confortável?), o querer brincar com a Tilly (afinal ela não me viu o dia todo, merece um momento com a mãe), o ter de preparar as coisas para o dia seguinte, a máquina da roupa para estender e a da loiça para encher e\ou esvaziar… e a caixa lá fica à espera que eu ganhe coragem para a agarrar. Quando chega o fim de semana, conseguimos fazer mais, conseguimos dedicar-nos melhor à limpeza da casa, à arrumação do que já está e do que ainda não está arrumado. Mas mesmo assim não chega… Andamos cansados, bastante cansados. É o não ver um fim às caixas, ter a sensação de que nunca nos vamos livrar delas e que nunca mais vamos viver plenamente o nosso apartamento novo, se é que me entendem!

Há tanta coisa que vos quero contar, tanta coisa que quero partilhar: a adaptação da Matilde no colégio; o processo da mudança de casa; o resto das minhas férias em Itália; a minha reeducação alimentar; a minha experiência com a amamentação; e tantas outras coisas que façam sentido partilhar convosco.
Mas preciso de organizar a minha vida, preciso de ter tudo minimamente arrumado e adiantado para que as ideias, palavras e textos fluam. Eu sou assim: para ter uma organização mental, preciso de ter uma física antes disso, e funciono assim para tudo. Eu volto, e não vou demorar muito, já não é a primeira vez que tenho de fazer este distanciamento do mundo digital. Preciso disso para vos dar conteúdo de qualidade, pondo o coração em tudo o que escrevo por aqui (como sempre fiz).

Mas quero que saibam que, apesar do cansaço extremo que andamos a sentir, estamos felizes, muito felizes! A Matilde tem finalmente o quarto dela, nós temos a nossa privacidade de volta, temos um apartamento com o dobro do tamanho do antigo e temos tudo o que precisamos praticamente à porta. Podemos ir a pé para a creche, fazer compras, comprar pão na padaria e fruta no minimercado, ir à farmácia, correios e multibanco, e tenho uma ciclovia e pista de corrida que passa mesmo em frente à minha casa.
Não tem a vista para o mar que eu tanto queria, é um facto, mas sinto que está a tornar-se claramente o apartamento da nossa vida e isso faz com que tudo o resto sejam pequenos pormenores sem importância.
Continuo a ter a vossa companhia por aqui? Se sim, obrigada por estarem desse lado. Mesmo!

“ O segredo da mudança é o foco na construção do novo” cit. Sócrates

Mudar-de-casa

Love
C

8 Replies to “Colocar a vida digital em standby…”

  1. Note to self: Nunca mas nunca mais vou mudar de casa 😀
    Força nisso Claudinha, nós cá esperamos por ti!

    1. Podes crer! Nunca mais mesmo ahahah obrigada Martinha! Beijinho grande <3

  2. Ainda que não tenha estado tão presente (em geral, ando mesmo assim ), pretendo vir ao teu cantinho sempre que conseguir, por isso terás sempre companhia por aqui. Acredito piamente que tudo tem o seu verdadeiro tempo. Assim sendo, neste momento, convém organizares tudo o que tens pendente e só depois lançares-te de cabeça ao restante. O mundo digital pode esperar (ainda que pensemos que não). Espero que a reeducação alimentar esteja a correr bem e que sejam muito felizes na vossa nova casa. Beijinho grande!

    1. Carolina que saudades de te “ver” por aqui! Obrigada…de coração 🙂

  3. Claro que nos tens por aqui! Ficamos à espera que tenhas tempo.
    Queremos saber tudo! Um forte abreijo

    1. Beijinho grande casal mais lindo da blogosfera <3

  4. As mudanças são sempre chatas mas quando tiverem tudo pornto vão olhar para o vosso novo lar com imensa felicidade! Muita força 🙂

    Beijinhos,
    http://www.yellowrain.pt

    1. Aí está uma grande verdade Catarina. Obrigada 🙂

Deixe uma resposta