Kiss from Rose*

Vamos partir do principio que eu não sou uma fashion blogger. Não sei escrever sobre moda e não tenho conhecimento teórico do assunto. Como sou apologista do não fales ou escrevas sobre o que não sabes”, vejam este texto como algo escrito por alguém que efectivamente adora trapinhos, sapatinhos, rendinhas, estilos de rua e todas essas mariquices, mas que não têm conhecimento de causa (pelo menos por enquanto ;)). 

 

Há uns tempos atrás fui à Moda Lisboa. Recebi um convite para assistir ao primeiro desfile da Rose Palhares na Moda Lisboa e assim conhecer a nova colecção Outono-Inverno 16/17.

Este convite foi muito especial para mim, foi o primeiro que recebi para algo desta dimensão e, para além do pânico inicial pela responsabilidade que carregava nos meus ombros, senti-me também muito feliz pela oportunidade que me foi dada e que agarrei com todo o carinho. 

 

Depois de uma semana em que o tempo não tinha estado dos melhores, naquele sábado esteve um lindo dia de sol com as temperaturas a rondar os 20 graus (mais do que agora diga-se de passagem). 

Saí de casa relativamente cedo para ir com calma e sem stress…o objectivo falhou, visto que não havia um único lugar de estacionamento livre em toda a Lisboa. Depois de voltas e mais voltas, estacionei o carro para lá do Panteão Nacional e em 10 minutos estava à frente da Praça do Município… Qual Obikwelu, qual quê! Abençoada sejas minha consciência que tiveste a brilhante ideia de me aconselhar a ir sem saltos, para bem dos meus pés e dos meus sapatos (que a calçada portuguesa não é nada amigável nesse aspecto). 

 

Cheguei em cima da hora, mas ainda esperei uns bons 10 minutos para entrar, por isso ainda consegui retomar o fôlego e acalmar.  

O ambiente que se vive na Moda Lisboa é deveras inspirador. Vemos tanta coisa que à partida não faz sentido, mas que depois, por uma razão ou outra, fica perfeito, diferente e quem sabe, se torna numa possível futura tendência. Por outro lado, também vemos muita coisa que não faz sentido e que continua a não fazer sentido, pelo menos para mim. Enfim…Gostos! Opiniões! 

Para quem não conhece, a Rose Palhares é uma estilista angolana que tirou Design de Moda no Brasil. Ao regressar à sua terra natal focou-se na produção de peças pronto-a-vestir e mais tarde aumentou o leque para a concepção de peças exclusivas feitas à medida.

  

O desfile não podia ter começado de melhor maneira, com este afrobeat que chamou logo a atenção de todos os presentes. 

Eu, entretanto, ao som da música ia ficando maravilhada com as peças simples e ao mesmo tempo arrojadas, com cores vivas, rendas, alguma transparência e detalhes sofisticados. Entre essas peças, houve uma que até hoje não consegui esquecer. Uma capa lindíssima que ainda pretendo comprar. Também compraria um macacão, uma saia, um top, um vestido e…é melhor parar por aqui!  

Posso não saber muito sobre acabamentos, tecidos, e essas coisas todas, mas que as peças são giras e que vão fazer o maior sucesso por aqui, disso tenho a certeza.

rose.jpg

                                                                   (a tal capa <3<3<3 a imagem não é das melhores eu sei…Pardon!)

Obrigada Rose pela oportunidade que me deste!

Love 

C

* tema da colecção!

Deixe uma resposta