Matilde, a terrorista…

maternidade-devaneio

…A foodie, a desconfiada, a maratonista, a cantora lírica, a independente, a travel lover e a party animal.
A Tilly (carinhosamente assim chamada pelos mais chegados) está a crescer a olhos vistos. Demorou um bocadinho a começar a andar sozinha (15 meses), mas a partir do momento em que ganhou confiança, nunca mais ninguém a parou. Aliás, a minha filha não anda…corre!
97 de percentil em altura, tem a altura média de crianças de 2 anos, o que pode resultar num futuro como o da Naomi Campbell.
Come tudo e gosta de tudo, mas tem dias que gosta mais de umas coisas do que de outras. Completamente louca por morangos, uvas e todo o tipo de fruta em geral.
Já “palra” bastante, e os dias são passados a dizer:
⦁ “Ma-maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaã”;
⦁ “Pa-paaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaá”;
⦁ “Ti-tiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii”;
⦁ “Vo-vooooooooooooooooooooooooooô”;
⦁ “Vo-vooooooooooooooooooooooooooooooooó”;
⦁ “Nham nham”;
⦁ “Já tá”;
⦁ “Olá”;
⦁ “Onde tá?”;
⦁ “Mbá”;
⦁ “Yaya”;
⦁ “Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh” com entoação fofinha quando encontra algo;
⦁ “Ahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh” como grito de libertação de stress enquanto corre.
A última palavra que começou a palrar foi, imaginem só, “ta” que é como quem diz tablet :O .
Ah pois, tecnologias é com ela e o meu telemóvel é um dos melhores amigos: já ligou para pessoas da minha lista de contactos, já enviou mensagens encriptadas e selfies (dela). Adora falar ao telemóvel, principalmente com o pai e longe da mãe (começa cedo!). Sempre que fala ao telemóvel com o pai, vai para outro quarto ou senta-se atrás do sofá, o importante é que eu não esteja no campo de visão da pimpolha.
Não larga a mantinha com as orelhas de coelho por nada. Faça chuva ou faça sol, estejam 10 ou 40 graus, a mantinha está sempre com ela, o que faz com que seja uma aventura pô-la a lavar.
Vaidosa, muito vaidosa. Um amor especial pelo espelho, porque efectivamente gosta do que vê do outro lado. Faz poses queridas, faz caretas e depois ri-se sozinha. Adora pulseiras e sapatos com detalhes bonitos (orgulho da mamã!).
Esperta, inteligente, independente e teimosa. Já faz birras teatrais, nada de muito exagerado. Já finge uns choros para ver o que acontece e assim que percebe que nada acontece volta ao normal.
Temperamento do pai (para minha desgraça! ), não gosta de falhar e tem o pavio curto, demasiado curto! Algo que claramente vai ter que ser trabalhado porque eu não mereço estar em minoria neste lar.
Gosta muito de me ajudar nas tarefas domésticas, tirar a roupa da máquina é com ela! Dar-me as molas para estender a roupa também. Arruma tudo o que encontra fora do lugar, o pequeno senão é que normalmente arruma no armário das frigideiras…Já faz reciclagem, se lhe dermos algo para pôr no lixo, sabe perfeitamente em qual balde tem de o pôr. Às vezes, engana-se com o papel, ainda não percebeu bem que é no azul.
Os caracóis continuam rebeldes mas bem definidos, estou a pensar cortar-lhe o cabelo porque uns caracóis são do tamanho de uma unha e outros do tamanho de um braço, o que faz com que a hora de pentear seja sempre um desafio ao qual eu e a avó passamos com distinção, modéstia à parte.
Ultimamente anda mais social, dá beijinhos, abraços, e gosta muito de dar high-five e fazer adeus, mas continua a manter uma certa distância antes de conhecer bem a pessoa. É selectiva nas suas escolhas sociais!
Piolha com ritmo no sangue, adora dançar e não perde uma oportunidade para rebolar o rabiosque e pôr as mãos no ar. Não pára quieta um segundo (nem quando dorme!). Se está calada e quieta é porque está a fazer um disparate, e sabe que o está a fazer!
Criança bem disposta e feliz!  Portanto…sim, há 1 ano, 5 meses e 22 dias que estamos a fazer um bom trabalho 😉

Matilde-o-terror

Love
C

2 Replies to “Matilde, a terrorista…”

  1. Que fofura a Tilly ♡♡♡

    1. Claudia Oliveira says: Responder

      Um terror mas sim uma fofa 😉 Um beijinho e obrigada pelo comentário <3

Deixe uma resposta