O vestido de Amalfi

amalfi-com-crianças

Já passava da hora do almoço e estava um calor abrasador. Em Abril, o termómetro marcava 34 graus. A pequena ia no carrinho, de calças, mas com os pés descalços, a observar o mundo e as pessoas que passavam por ela. Algumas metiam conversa com ela, outras era ela que as desafiava. Eu e ele resolvemos refrescar-nos com um gelado e com uma granita, respectivamente. A caminho do carro, encontrámos um senhor, bastante simpático por sinal, e comentei com ele a afluência nessa altura do ano.
O senhor, na casa dos seus 80 anos, respondeu-me que no verão ainda era pior, que já não era a mesma vila onde nasceu, cresceu e continua a viver até hoje.
Explicou-me que agora o turismo é que “manda” e que os habitantes locais tiveram de acompanhar a evolução e de se adaptar às mudanças, incluindo aprender inglês.
Nos poucos minutos que estivemos à conversa com este senhor, soubemos de algumas histórias sobre a vila, histórias sobre a vida dele, os 3 filhos que tem, 2 emigrados com 5 netos e 1 que ainda lá vive e que trabalha com ele. Confessa que já se sente velho e que ainda este ano pretende passar toda a actividade para o filho. “A minha idade já começa a pedir algum repouso!”, afirmou.
Despedimo-nos. Cada um seguiu o seu caminho. Alías, nós seguimos o nosso caminho. O senhor ficou na loja, na loja dele, e foi ele… quem fez este vestido!

amalfi-viagem
Love
C

2 Replies to “O vestido de Amalfi”

  1. Que belo souvenir que trouxeram de Amalfi! É mesmo bonito o vestido, e feito à mão por esse senhor habilidoso tem ainda mais valor!
    Essas conversas com os locais enriquecem muito as viagens! 🙂

    Um beijinho,

    Sofia Garrido • Photographer | Blog

    1. Claudia Oliveira says: Responder

      É um vestido com história e todas as vezes que olho para ele recordo com carinho o senhor que o fez! Um beijinho e obrigada pelo comentário <3

Deixe uma resposta