Os 3 produtos para o rosto que valem mesmo a pena comprar!

lancome-eisenberg-shiseido-waso

Sejamos sinceros, os produtos de que vos vou falar nas próximas linhas não são propriamente baratos e, muito provavelmente, se não fosse o blog não os teria experimentado. Na vida, é tudo uma questão de escolhas: há quem prefira poupar no que come e comprar roupas e sapatos; há quem prefira comer bem e poupar nos produtos para a pele e por aí fora. Ninguém está certo ou errado. Cada um é livre de fazer o que quer e o importante é vivermos bem com as nossas escolhas.
No que toca a maquilhagem, sou um zero à esquerda… Não domino minimamente as técnicas nem a arte de maquilhar e é coisa que raramente faço; no dia-a-dia, não me maquilho nem sinto essa necessidade.
A minha relação com os cremes já é outra história. Considero-me uma especialista. Sou adepta da sua utilização e tenho imensos cremes diferentes para o corpo. Para dizer a verdade, creio que já experimentei de tudo um pouco o que há no mercado. Porém, o mundo dos cremes para o rosto é uma novidade para mim.
Até aos meus 30 (mais coisa menos coisa), o meu rosto cheirava a rabinho de bebé… Sim, o creme que punha na cara era o Corine de Farme e, sinceramente, nunca senti necessidade de mudar. Mas, com o aproximar dos 30, cheguei à conclusão que teria de mudar os meus hábitos relativamente aos cuidados com o rosto e acabei por comprar um creme da Bottega Verde, que é uma marca que adoro e infelizmente não se vende por cá.
Este blog também me permitiu experimentar a longo prazo algumas marcas e trago-vos hoje aquelas que para mim valem mesmo a pena o investimento. Vou falar-vos de 3 cremes e de um sérum.
Ora bem, até há algum tempo atrás, eu nem sequer sabia o que era um sérum. Vocês sabem? Se não souberem, cá estou eu para vos esclarecer.
O sérum é um ultra concentrado em ingredientes activos específicos e por isso consegue actuar de uma forma mais rápida e eficaz. É de rápida absorção e a textura é um pouco mais fluida do que a do creme normal, permitindo assim a rápida absorção na pele. O sérum deve ser usado antes de colocar o creme e não deve ser usado sozinho, pois é um complemento do creme e não um substituto do mesmo.
Bom, para dizer a verdade, este foi o único que experimentei tempo suficiente para ter uma opinião formada. Neste momento, estou a usar outro, mas posso garantir-vos que os resultados que vi com este sérum da Lâncome não são os mesmos que estou a ver agora….infelizmente!
Publicitado como um activador da juventude da pele, uma coisa é certa: a pele do meu rosto estava suave, luminosa e com um tom uniforme…no Inverno. Publiquei esta fotografia no Instagram depois de umas semanas a usar esse sérum e ninguém acreditou que a fotografia era recente. Aplicando apenas umas gotinhas antes de pôr o creme de manhã, comecei logo a reparar nas diferenças poucos dias depois.
Entrando no mundo dos cremes para o rosto propriamente dito, falo-vos primeiro deste creme da Eisenberg porque é de todos o meu preferido. Para além de cheirar a sobremesa (pelo menos, para mim), tem uma textura aveludada e deixa um aroma maravilhoso na pele.
No segundo e terceiro lugar do meu top 3 estão dois cremes da marca Shiseido, sendo que um deles faz parte da linha Waso, da qual já falei aqui. O da Waso é um ultra-hidratante feito a partir de células de cenouras, refresca a pele e tem a grande mais-valia de poder ser aplicado sobre a maquilhagem :O
Por último, esta é a minha escolha. Para dizer a verdade, este não é bem um creme, está ali no limbo entre sérum e creme, mas como acabei por usá-lo nesta segunda valência, vai aqui para a minha lista.

review-cremes-rosto

Podem encontrar todos estes podutos à venda na Perfumes & Companhia 😉
Love
C

Deixe uma resposta