Roadtrip Sul de Espanha – a decisão

roadtrip sul de espanha
No verão do ano passado decidimos fazer um roadtrip pelo Sul de Espanha. O maridão mudou de emprego no início do ano e não tínhamos a certeza se as férias seriam confirmadas a tempo. Então, para não comprarmos uma viagem à última da hora com um valor estratosférico, começámos a pensar em outras opções.
Comecei a fazer uma lista de sítios que queria visitar entre Portugal e o resto da Europa, até que, nem sei bem como surgiu-me a ideia de fazer o sul de Espanha de carro.
Assim, poderia organizar a viagem com calma, marcaria os hotéis com cancelamento gratuito pelo Booking e caso houvesse algum contratempo, rapidamente poderia cancelar sem perder dinheiro. Essa é a principal razão pela qual faço sempre as minhas reservas por lá.
Sendo eu uma organizadora compulsiva, comecei logo a pôr em ordem as ideias, mapas, cidades a visitar, etc.
A primeira ideia de viagem seria começar pelo Algarve e ficarmos uma noite no nosso cantinho do paraíso. Depois a partir daí seguir rumo a Espanha. As cidades primeiramente escolhidas (para paragem nocturna) foram Sevilha-Cordoba-Granada-Malaga. Fiz as reservas todas de hotéis e afins e já andava toda entusiasmada a fazer mini roteiros turísticos pelas várias cidades. Até que…descobri que estava grávida e comecei a ficar com demasiado calor (literalmente). Comecei a pensar que talvez fazer uma viagem de carro entre a última semana de Julho e a primeira de Agosto em terras que rondam os 50 graus não seria uma opção inteligente, pelo que cancelei todos os hotéis nessas cidades e refiz o roteiro.
Ainda tive um pequeno contratempo com um dos hotéis, em Córdoba, porque não queriam devolver o dinheiro, mesmo tendo a prova de que a minha reserva tinha cancelamento gratuito. Acabei por ligar à linha de apoio ao cliente do Booking e foram excepcionais em resolver a questão e em devolverem o dinheiro da pré-autorização.
O roteiro passou a ser mais perto do mar pelo que a decisão final foi: Lisboa- Carvoeiro- Marbella-Gibraltar-Algeciras-Tarifa-Cádiz-Doñana-Lisboa.
Dizer que estava em êxtase é dizer pouco! Das coisas que mais gosto de fazer é organizar viagens, conhecer novos sítios e desta vez iria de carro. Podíamos parar quando quiséssemos e tínhamos tempo suficiente para ir à descoberta. Ainda por cima tinha acabado de comprar um telemóvel novo com uma câmara como deve de ser e iria dar-lhe mesmo muito uso. Enfim andava em pulgas.
A duas semanas da viagem o carro do maridão avariou (timing perfeito) e comecei a ver a minha vida a andar para trás. O meu Smart, o de 4 lugares, não era de todo uma opção para a viagem, não pelo pouco espaço mas porque o meu popó já não têm pedalada para fazer viagens tão grandes. Resumindo e concluindo começava a ver os dias a passar e a não ter notícias (boas) sobre o carro. Na oficina descobriam sempre um novo problema e comecei a ponderar ter que cancelar a viagem toda.
Só que, lá está, estou rodeada de pessoas fofas e maravilhosas e o meu sogro disse-nos para não nos preocuparmos que emprestava-nos o carro para fazer a viagem… Venham-me dizer que não tenho os melhores sogros do mundo que eu conto-vos várias histórias <3
No final da viagem pensámos que claramente foi um sinal divino o carro ter-se avariado antes da viagem, porque fazer o que fizemos num Mini Cooper não seria tão confortável. Divino foi também o valor do arranjo pago, mas isso são outros pormenores.
E assim a contar os dias e minutos para a nossa viagem chegámos ao dia 24 de Julho, data da nossa partida. Primeira paragem: Carvoeiro.
agua hotels vale da lapa
O nosso cantinho do paraíso no Algarve
Love
C

Deixe uma resposta