The Danish Pastry Shop

O amor move o mundo. O amor é a base de tudo e, quando as coisas são feitas com amor, mais tarde ou mais cedo só podem dar certo.
E foi mesmo pelo amor que o Filipe e a Katrine têm um pelo outro e pela pastelaria que nasceu a The Danish Pastry Shop. Este cantinho tão instragrammable situado na Nova Queijas abriu portas há pouco mais de dois meses e já conta com finais de tarde e fins de semana de casa cheia.
Fui convidada a conhecer esta pastelaria há umas semanas e rendi-me às palavras do Filipe. O carinho que ele tem por este espaço e o brilho no olhar quando fala de todo o processo, desde a ideia à concretização, fizeram-me perceber que sim, que quando queremos muito alguma coisa, fazemos acontecer, ultrapassando todo o tipo de obstáculos.
A história é simples: um jovem português emigra para a Dinamarca. Trabalha em locais de renome da culinária dinamarquesa e apaixona-se por uma…dinamarquesa. O “bichinho do empreendedor”  faz com que queira abrir algo próprio, propõe Portugal à sua cara metade (o sol e o calor falam sempre mais alto nestas decisões). E voltam, cheios de esperança num sonho que agora se tornou realidade.
Não é só a delicadeza dos doces nas vitrinas que nos chama a atenção; a decoração do espaço também foi pensada ao pormenor, havendo detalhes de um tremendo bom gosto em cada canto.
Aqui há brunch todos os dias, a qualquer hora do dia. Por 12 euros, temos um menu bastante variado que inclui pão caseiro, compota, manteiga em castelo, queijo, fiambre, omelete, sandes dinamarquesa (smorrebrod), batata sauté, petit fours, iogurte grego com granola, café ou chá, batido ou sumo natural.
Aos domingos somos levados pelo som da música ao vivo, cada semana um género diferente. A bossa-nova e o jazz fazem parte do repertório.
Os produtos são todos caseiros, desde o simples pão ao salmão que é fumado pelo próprio Filipe. Deixem que vos fale deste salmão…Ai o salmão fumado! Literalmente desfez-se na minha boca e eu como grande apreciadora que sou afirmo que todos merecem um encontro com este salmão fumado, até mesmo os que não gostam. Quase que aposto que iriam mudar de opinião.
Mas os doces é que são a grande especialidade desta casa. A Katrine é a “culpada”. As suas decorações já lhe valeram uma medalha de mérito que lhe irá ser entregue ainda este ano  pela própria rainha da Dinamarca, coisa pouca portanto!
No The Danish Pastry Shop impera a qualidade e não a quantidade. Quando confrontado com a questão: ”Porquê em Queijas e não em Lisboa?”, o Filipe é assertivo e rápido na sua resposta: ”Em Lisboa não conseguiria dar a mesma qualidade, porque aqui tudo é feito de raiz!”.
E é isto que procuro cada vez mais: qualidade, produtos caseiros, atendimento personalizado, sentir-me em casa quando não estou em casa e principalmente fugir aos estabelecimentos da moda que estão cheios de manhã até à noite e onde o que impera é a correria pela fotografia mais bonita a ser partilhada no Instagram e não o convívio com quem está ao nosso lado.
Aqui encontrei tudo isto…tanto que já lá voltei 3 vezes!
danish-pastry-shop-review
Love
C

The Danish Pastry Shop Menu, Reviews, Photos, Location and Info - Zomato

4 Replies to “The Danish Pastry Shop”

  1. Lindo!!!! Tenho de lá ir! Levas-me? Beijinho no coração

    1. Claudia Oliveira says: Responder

      Levo sim! Com todo o gosto <3 Um beijinho e obrigada pelo comentário 🙂

  2. Que fotografias deliciosas! Fiquei com uma enorme vontade de lá ir!

    Beijinhos,
    https://vanessamsimoes.blogspot.com/

    1. Claudia Oliveira says: Responder

      Tens que experimentar, vale mesmo a pena 🙂 Um beijinho e obrigada pelo comentário <3

Deixe uma resposta