Vamos para a Puglia e vocês também vêm connosco

Confesso que este título é um pouco exagerado, mas agora que já captei a vossa atenção passo a explicar 😉
Na última semana de Setembro, vamos partir rumo a Nápoles para 2 semanas de férias.
Desta vez, não ficamos na minha cidade natal o tempo todo, iremos fazer um roadtrip de 8 dias pelo Sul da Itália, mais precisamente pela região da Puglia, “o salto da bota”.
Esta é das regiões mais procuradas pelos italianos durante os meses do verão e apercebi-me que este ano esteve muito em voga, o que começa a ser um bocadinho preocupante, do meu ponto de vista. Foram várias as partilhas que vi, principalmente no Instagram, de pessoas que lá foram:
famosos, semi-famosos e pseudo-famosos, o que mais tarde ou mais cedo fará com que este cantinho se torne cada vez mais turístico, com muita pena minha.
Como todo o Sul da Itália, a região da Puglia ainda tem um cenário muito rústico, pouco explorado por turistas (lá está, por enquanto!), com praias de águas cristalinas…e quentes, gosto sempre de salientar este ponto. Como devem calcular, estou em pulgas para começar esta viagem e descobrir
todos os cantinhos deste pequeno paraíso na Terra.
Tenho vários amigos desta região, pelo que tenho todo um roteiro (fidedigno) de onde ir, onde comer e principalmente o que comer. Vamos passar por cidades como Alberobello, Ostuni, Taranto, Bari, Polignano a Mare, Andria, Otranto, Salento, Brindisi, Monopoli, Trani e por todas as que acharmos que vale a pena parar o carro, e é por isso que gosto tanto de fazer roadtrip. Paro onde e quando quero.

Quando regressar a Portugal, vou, como já é hábito, escrever o roteiro aqui no blog, mas até lá resolvi que iria partilhar com vocês a viagem toda através das redes sociais com um pequeno pormenor…os preços.
Se há coisa da qual reclamo S-E-M-P-R-E é do preço da pizza em Portugal: estupidamente cara, onde quer que seja. No ano passado, quando fui a Nápoles, publiquei no meu Instagram a tabela de preços da pizzaria mais cara e conhecida em Nápoles e só aí é que as pessoas começaram a dar-me
razão e a ver que não era exagero da minha parte.
Dito isto, fazer férias no Sul da Itália pode ser efectivamente barato e eu vou-vos dando essa noção através das stories, no Instagram e no Facebook (minha estreia).
Não esperem 30 mil stories por dia…isso não vai acontecer. Gosto de viver o momento e isso nunca significa partilhá-lo automaticamente com a malta online, lamento!
Ainda vou ver como me vou organizar, mas muito provavelmente será tudo partilhado ao final do dia. Preparem-se para ver muitas fotos mete-nojo, mas assim muitas mesmo.
Preparem-se para ver os preços das estadias, da viagem de avião, do aluguer do carro, da gasolina, das portagens, do supermercado, dos restaurantes, etc. e quiçá isso não vos irá ajudar numa possível
próxima viagem.

Se acontecer, avisem-me! Gostaria mesmo muito de saber que vos ajudei 🙂 🙂 🙂
Vemo-nos pelo Instagram e\ou pelo Facebook?

A viagem está prestes a começar 😉

Azenhas do Mar, 2016

Love
C

Deixe uma resposta